Copyright©soempalavras

Translate

domingo, 11 de março de 2018

No outro se achar

De costas
um pro outro,
encostando-se
de leve segue.
Pele em pele.
Pelo em pelo.
Leve roçar
Costa em costa
Depois um
envolto no outro
Segue nesse
doce torturar
Seio sentindo
o roçar
Eriça provocando
Quase o gozar
Enquanto
 que o sexo dele
Já pronto
 pro delirar
Brincadeira
boa essa
Pra quem
no outro
Sabe se achar

Copyright©soempalavras
1923 26070126 de ago de 2012

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Sem sent ido


Olhos fechados;
Mente aberta.
Verdades ocultas;
Palavras escancaradas.
Sorrisos de soslaio;
Gargalhada de prazer.
Mãos acenando em despedida;
Olhos que puxam pra perto.
Verdades paradoxais
Que deixam de ter sentido
Quando o prazer junta
Dois e deles uma só
carne faz.
Nada faz mais sentido
Quando o prazer
Imperando toda coerência
E lógica
Afasta
 e
Des
faz


Copyright©soempalavras
19152607012

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Adoro esse suga e morde

Esse pega 
e larga
Esse lambe 
e suga
Essas coisas que 
dão sentido
Ao mesmo tempo 
 fogem
 Da realidade
A vida  já 
tão curta
Tão cheia 
de vazios
Ao chegar
a hora 
do sexo
do carinho 
e chamego
Toma a gente
de todo
Libera pro 
gosto gostoso
do gozo
E assim 
a vida 
Excitante se faz
e atÉ
vale mais
á pena
Por isso adoro
esse
Morde
Enquanto 
Suga
CatiahoAlc/ReflexodAlma/TM
710290022181CatiahoAlc.Copyright©soempalavras

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Agora

Esse é o tempo
do desejo
guardado.
Agora é o momento
da  vontade
apertada.
 Quero e não
posso.
Desejo e não
tenho.
Tomara logo
seja o tempo
de matar
tudo isso
e juntos
façamos o tempo
parar
e assim a
espera cesse
e a
entrega
finalmente aconteça.
CatiahoAlc./ReflexodAlma
Copyright©soempalavras

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Tempo de espera.

Esperar é o que
resta
Para quem
o
Desejo anseia
saciar.
Ainda que por
momentos
Essa fome
atenuar.
 Seja com beijo na
boca,
Línguas que em volúpia se
tocam
Carícias ou mesmo intenso
abraçar.
Nada mais que delicioso que o
êxtase
Depois de junto se
estar;
 Num só
corpo
Dois seres
somar.
Essa á matemática da
vida
De que Um o outro
Ser
Se entrega a
aguardar.
Copyright©soempalavras

domingo, 12 de março de 2017

A carne ferve


A carne ferve
O peito arfa
A mente viaja
E a boca seca
O desejo permanece
A vontade não cessa
E o gemido foge
O sentido adormece
A respiração des compassa
O corpo se encaixa
Os olhos fecham
E tudo explode
A  calma retorna
O corpo se abandona
Os olhos fecham
O sono chega
A calma vem
CatiahoAlc./Reflexod'Alma
entre sonhos e delírios

Copyright©soempalavras
20512607012
http://meusreflexoscontostextoseafins.blogspot.com.br/2010/04/carne-ferve.html

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Quero sim (Revendo/Revisando minha Obra/Texto de 2012)


Quero muito,
Muito e sempre.
Quero todo em mim.
Boca, mãos,
Ele sim;
Quero louca
de vontade,
Sou desejo
Na verdade
sonho sim...
Quero, creia
muito e todo 
em mim.
Quero da boca
o gosto,
do corpo o calor,
Dele a seiva
Es-correndo
toda em
mim.
Quero e espero
creia;
 um dia 
tê-lo sim.
Catiaho Alc.
Copyright©soempalavras

Total de visualizações de página